[aromasquenosguiam] imagem promo.jpg

15 jun / 25 jul

exposição

Com a exposição inaugural do Centro de Experiência Viva - Museu de Tiflologia, o Centro de Arte e Cultura da Fundação Nossa Senhora da Esperança pretende abrir-nos as percepções dos sentidos, muitas vezes, poucos explorados. Estamos acostumados a ir a exposições com excessivo uso de tecnologia visual, que estão a afastar o ser humano de seu próprio corpo. E da natureza que o envolve. O corpo tem recursos ilimitados. Pouco explorados. O que propomos é fazer com que os sentidos possam ser mais aguçados. 

 

Uma das artes mais antigas da humanidade é, sem dúvida, a perfumaria. Encontramos imagens da relação do humano com a flora e seus elementos aromáticos desde o início da escrita; há vestígios do Antigo Egito que ilustram o interesse em desenvolver fragrâncias para o nosso corpo. Atualmente, a indústria dos cosméticos e perfumarias é uma das que estão em mais constante renovação; há mesmo um movimento de empresas que produzem fragrâncias personalizadas e exclusivas, mostrando, assim, a importância dada a expandir a percepção do olfato.

 

A exposição AROMAS QUE NOS GUIAM convida-nos a reviver aprendizagens de épocas distantes, principalmente, através do olfato, mas também do tato, do paladar, da audição e da visão. O que propomos é conectar o ser humano com a Natureza, da qual andamos tão afastados. Fomos “ensinados” sobre a noção do desenvolvimento a qualquer preço, mesmo que à custa da destruição dos elementos naturais. O desenvolvimento científico do estudo dos genomas tem provado que todos – a Terra, a Flora que a reveste, a Fauna e o ser humano que a habita – somos feitos da mesma “poeira das estrelas”, possuímos quase todos o mesmo DNA. Portanto, voltar, como os nossos ancestrais primitivos, a explorar os sentidos dos aromas que a natureza nos oferece é voltarmos à harmonia com o nosso estar-no-mundo.

Esta é uma exposição em aberto. Mais do que produzir conhecimentos, AROMAS QUE NOS GUIAM convida-o a sentir uma experiência única e memorável. Esta exposição é, antes de tudo, educativa, visando despertar o interesse de diferentes gerações para a integração entre homem e natureza, entre ciência e arte, para o fim das fronteiras delimitadas apenas pelo consumo e pela ideia, desenfreada do progresso sem limites. Direcionar os nossos sentidos ao que nos rodeia e à comunidade que nos cerca. É com eles que partilhamos o ar que é ar e que é parte de cada um de nós. E é através do ar que podemos dar maior plenitude ao olfato, percebê-lo em sua plenitude de beleza. Afinal, é o belo que dá sentido à vida.

Entrada

Entrada

Ana Assis Pacheco

Ana Assis Pacheco

Chuva de Flores

Chuva de Flores

Lourenço Lucena

Lourenço Lucena

AROMAS QUE NOS GUIAM​

Exposição inaugural do Centro de Experiência Viva - Museu de Tiflologia

Curadoria

Lucia Bertazzo, doutoranda em Museologia na Universidade Lusófona, Cátedra Unesco.

Pesquisa e Textos

Paula Ribeiro, Mônica Figueiredo, Lucia Bertazzo

Desenhos a Carvão

Ana Assis Pacheco

Desenhos Naturalistas do Séc. XVI

Carolus Clusius e Christobal Acosta

Imagem de Divulgação

Lúcia Bertazzo

Imagem Gráfica

Ana Rouqueiro

Produção Gráfica

GR Publicidade

Produção de Xilogravuras

Village Studio

Produção e Montagem

Centro de Experiência Viva -  Museu de Tiflologia e Centro de Arte e Cultura FNSE 2021

Agradecimentos

PRISC/cortesia dos Museus da Universidade de Lisboa (Biblioteca e Arquivo Histórico)

Lourenço Lucena

Branca Moriés

Dr. Nuno Farinha

Leonel Kaz

Apoio

Lourenço Lucena

Patrocínio

h_perfumescompanhia_outlet_algarve.png

Informação Complementar

Utilizamos QR Codes para disponibilizar informação complementar aos textos da exposição e mais informações sobre cada uma das áreas.

 

Abra a câmara do seu telefone e aponte para um dos códigos distribuídos pelas salas. Se não tiver o software necessário, pode fazê-lo através desta página.